Caraça

            Reserva do Caraça -MG

 Caraça é o nome de um trecho da Serra do Espinhaço localizado nos municípios de Catas Altas e Santa Bárbara, no estado de Minas Gerais -Brasil, aonde funcionou um colégio no qual estudaram grandes personalidades da historia brasileira. Hoje o  Caraça é uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), que abrange uma área de 11.233 hectares, conhecido também como Santuário do Caraça.
 A palavra Caraça se deve a forma que tem parte da serra, que lembra a imagem do rosto de um gigante deitado.
 A serra é formada por picos e morros como: Trindade,Conceição,Olaria,Canjerana,Carapuça, Inficionado e do Sol, este último o ponto mais alto chegando a uma altitude de 2.072m.
 As águas que descem das montanhas formam belas cascatas e cachoeiras, com suas águas intensamente ferruginosas.




















Também no complexo fica a Igreja Nossa Senhora dos Homens de estilo Neogótico, centralizada entre os prédios que formam a Pousada do Caraça, que possui 8 modos de acomodações e preços diferentes, onde antigamente ficavam hospedados os padres, seminaristas e estudantes. Todas as hospedagens contam com pensão completa.




















O complexo do Santuário do Caraça possui uma biblioteca, um museu, um arquivo e o centro de convenções, que ficam localizados no prédio onde funcionava o colégio e que foi destruído pelo incêndio de 1968, sobrando apenas as paredes externas da edificação. Em 2002 foi desenvolvido um projeto de restauração, que criou uma estrutura moderna para a parte interna da construção, de concreto e metais, que contrasta com o seu lado de fora de pedras.























O lobo-guará é atração constante e infalível para os turistas no Caraça.

A vinda do lobo-guará até as escadarias do Santuário do Caraça para comer nas mãos dos padres é um símbolo do amor e dedicação da Direção do Caraça para a preservação da natureza dentro de um, contexto mais amplo, nestas terras do irmão Lourenço de Nossa Senhora.
Fonte- http://www.santuariodocaraca.com.br
          Fotos acervo particular.

Até o próximo post.

Comentários

Instagram @denainteriores

Postagens mais visitadas