Usando a Chita na Decoração

Chita é um tecido de algodão com estampas de cores fortes, geralmente florais, e tramas simples. A estamparia é feita sobre o tecido conhecido como morim. 
As características principais são: cores primárias e secundárias em massas chapadas que cobrem totalmente a trama, tons vivos, grafite delineando os desenhos, e a predominância de uma cor. As cores intensas servem, não só para embelezar o tecido, mas também para disfarçar suas irregularidades, como eventuais aberturas e imperfeições.
O nome chita vem do sânscrito chintz e surgiu na Índia medieval e conquistou europeus, antes de se popularizar no Brasil.
Dentro de casa, a chita pode ser usada para revestir os móveis e adicionar um toque de personalidade à decoração. Por exemplo, uma cômoda antiga com a aparência comprometida pelo tempo recebe um acabamento com o tecido e exibe uma aparência mais ousada para decorar um determinado ambiente. Os traços da mobília são mantidos, mas a estamparia com certeza vai romper com a monotonia do cômodo. Bancos, cadeiras e criado mudo também podem ser modificados com chita.
 
     
                           
 
                                   
                        
                                     
 O tecido serve para confeccionar almofadas, tapetes e outros objetos decorativos, capazes de dar um toque colorido numa decoração neutra.

                      Obrigada pela visita.

Comentários

Instagram @denainteriores

Postagens mais visitadas