Casa Cor Santa Catarina

Pelo terceiro ano consecutivo, a edição catarinense da Casa Cor conta com duas sedes. Em Florianópolis, 21 ambientes encontram-se em um prédio histórico que abrigava uma antiga fábrica de refrigerantes, hoje sob a administração do SESC. Em Itajaí, 25 espaços estão distribuídos no Riviera Concept, em um dos endereços mais desejados do litoral: a Praia Brava. As locações inspiram os estilos adotados nos projetos, que intercalam referências praianas com inspirações no industrial e no brutalismo.
Entre as tendências, uma das principais foi a aparência de cimento e concreto mantida em paredes e lajes descobertas, combinando com elementos urbanos como dutos galvanizados e trilhos para os pontos de iluminação. O contraste com superfícies de alto brilho, couro, texturas 3D e tecidos naturais é bem-vindo! Nas cartelas de cores, prepare-se para ver muito baunilha, avelã, cinzas, branco e marsala (a cor do ano segundo a Pantone), em composições invernais e aconchegantes.
Ateliê do Mestre Cervejeiro - Ana Carolina Ogata, Carlos Rolim e Sandro Della Casa 
A degustação da cerveja artesanal é a referência do ambiente, dividido em área de convívio com lounge e área de bar gourmet, com apoio de cozinha. O layout é otimizado com a marcenaria, executada em amadeirados e high gloss em tons de cinza. Para a degustação, foi reservada uma bancada em corian sob medida, complementada pelas banquetas Caos, de Marcelo Ligieri. No cantinho, a poltrona Senhor, de Bernardo Figueiredo, é acompanhada pela banqueta Descartes, de Paulo Alves (feita com multilaminado de reflorestamento Paricá) e pelo pufe em crochê de Ana Gern.
Living África - Ana Paula Roncai 
Nestes 90m², a ideia foi apostar na fusão de tecidos que imitam peles de animais e estampas com tonalidades vibrantes em diálogo com materiais naturais, como o cimento queimado no piso, o carvalho que reveste as laterais do ambiente e os tijolos aplicados nas demais paredes. Uma novidade é o nano tecno material (NTM) empregado no mobiliário, que possui toque macio, propriedade antibacteriana e resistência a arranhões, ao mofo e ao calor. Já as peças soltas são assinadas por nomes como Jader Almeida. Outro toque de personalidade fica por conta das fotografias de João Bolan e as obras da artista plástica Helen Rampinelli, que podem ser contempladas do generoso sofá em L.
Loft da Cris - Cris Passing 
O ambiente tem todos os cômodos de uma casa, reunindo no térreo o hall de entrada, lavabo de apoio, estar, home, jantar e cozinha integrados, além de uma pequena lavanderia. Esses espaços, paginados com laminado, só puderam ser criados graças ao mezanino para a suíte, que liberou uma grande área embaixo. A marcenaria detalhada aproveita cada centímetro do projeto. O conforto exala da iluminação pontual, da presença da madeira, de alguns móveis estofados e dos tons neutros.
Quarto do Bebê - Caroline Porto, Isadora Maestri, Grasiely Martins e Philippi Maestri 
Paredes com boiseries e toques de dourado são detalhes clássicos que conversam com os painéis em laca e o piso vinílico em madeira, mais contemporâneos. A marcenaria incentiva a exposição variada de objetos em nichos iluminados. O espelho com película fumê duplica visualmente a área do berço, sem perder de vista o intimismo necessário.
Sala Íntima “dos 50 tons de branco” - Laura Gransotto 
A cor favorita da profissional foi trabalhada em 50 tonalidades, valorizadas pela iluminação que destaca as texturas e a volumetria. Peças de porcelanato de grande dimensão foram aplicadas no piso e geram efeito de amplitude. As paredes são um patchwork de mosaicos cimentícios, espelhos, painéis laqueados e tecidos. Nem o teto foi esquecido e aparece coberto com placas de gesso acartonado lapidadas com facetas geométricas, finalizadas com pintura látex. Outros detalhes que não devem passar em branco: o barrado em renda de bilro nas cortinas e as almofadas em crochê de renda produzidos por artesãs locais.
Suíte Master Infinito Particular - Pedro Tessarollo e Jairo Lopes 
O ambiente ficou aconchegante com o piso revestido em porcelanato padrão concreto, tonalidade que comanda a paleta de cores. Cortinas, persianas de madeira e a pintura do teto também aquecem visualmente a suíte. A iluminação indireta acentua o efeito das boiseries na parede da cabeceira, ladeadas por estantes com fundo espelhado. As paredes restantes foram preenchidas por obras de arte de Marcos Dagostin, Fábio Dudas, Simone Michielin, Manu Alves e João Colagem.
Suíte Urban-U - Marcelo Wolschick de Proença e Alexandre Müller 
Os 43m² foram divididos em banheiro, suíte com closet, espaço para leitura e bancada de estudos e desenhos. O espaço lembra intencionalmente um galpão: a iluminação passa por dutos galvanizados no teto, pintado juntamente com as paredes em tonalidade escura e efeito metalizado. Outro recurso que reforça a proposta industrial são os blocos aparentes na área do closet. Ele é composto de módulos independentes de prateleiras, cabides e gavetas, permitindo máxima versatilidade. O conforto é outra palavra-chave, enfatizado na cama e na cabeceira estofadas em tons de cinza e grafite com uma pincelada de azul. Na parede, stencil do artista Gabriel San.
Período: 28 de maio a 12 de julho
Locais:
- Florianópolis - Rua José Maria da Luz, 163, José Mendes
- Itajaí - Condomínio Riviera Concept - Av. Osvaldo Reis, 3.385, Praia Brava
Fonte -Casa .com.br
 Obrigada pela visita.

Comentários

Instagram @denainteriores

Postagens mais visitadas