Planta Típica do Natal

Além do pinheiro, planta símbolo do Natal, outra espécie se destaca em meio às decorações que ganham ruas, lojas e residências: o bico de papagaio.  A Euphorbia pulcherrima, de origem mexicana, também é conhecida como poinsétia, flor-de-Natal, flor-de-Páscoa, flor-de-São-João e folha de sangue.
Considerado um pequeno arbusto ou arvoreta, o bico de papagaio tem brácteas (folhas modificadas) macias que podem chegar a 30 cm de largura e serem vermelhas, rosadas, brancas ou mescladas. Suas folhas, porém, são ásperas e medem de 10 a 20 cm, enquanto as flores propriamente ditas são as minúsculas protuberâncias verde-amareladas na forma de cálices localizadas nas pontas dos galhos adultos.
Naturalmente, as poinsétias florescem no inverno do hemisfério norte, mas no Brasil, como o Natal acontece no verão, os produtores forçam o florescimento manipulando fatores como insolação, temperatura e fertilizantes.
Por que o bico de papagaio (ou poinsétia) ficou conhecido como a flor do Natal? 
Um dos nomes populares da Euphorbia pulcherrima é poinsétia, que deriva de J.R. Poinsett (1779-1851), primeiro embaixador americano que serviu no México e que foi o responsável pela introdução e disseminação da planta nos Estados Unidos. Como a variedade mais tradicional é vermelha e tem desenho que lembra o resplandecer de uma estrela (a de Belém, no caso) destacou-se com sucesso no frio e branco inverno do hemisfério norte, época do Natal. Há, também, uma lenda mexicana que reforça o uso natalino da espécie: conta a história, que uma menina chamada Pepita, sendo pobre, não podia oferecer um presente ao menino Jesus na missa de Natal. Muito triste, contou o fato ao seu primo Pedro, que a consolou dizendo que o importante é o amor com o que presenteamos, especialmente, aos olhos de Jesus. Pepita lembrou-se então de recolher alguns ramos secos pelo caminho, para colocar no altar. Porém, quando chega à igreja, olha para os ramos e chora, pois acha a oferenda muito pobre. Mesmo assim, entra e, com todo seu amor, deposita os ramos em frente à imagem do menino Jesus. Diante de todos, eles adquirem uma cor vermelho-brilhante e passam a ser considerados um milagre de Natal. Veja a seguir, ideias para incorporar essa bela planta à decoração da noite feliz em sua casa!



 Obrigada pela visita.

Comentários

Instagram @denainteriores

Postagens mais visitadas