Receita e Historia do Pé de Moleque

Antes da receita vamos saber um pouco mais desse doce que é tão popular no Brasil.

Um pouquinho de historia
O Pé de Moleque chegou à Europa na Alta Idade Média, trazido pelos árabes em suas incursões à península Itálica e à Península Ibérica. Dessa invenção árabe se originaram, antes do nosso doce, de "mel de cana("rapadura", Brasileira)", o similar português de mel de abelhas, o “nogat” (nome que veio do francês) e italiano "torrone".
O pé de moleque surgiu em meados do século XVI com a chegada da cana-de-açúcar à Capitania de São Vicente, trazida pelo navegante Martim Afonso de Sousa. 

Origem do nome
A denominação “pé de moleque” tem duas hipóteses para sua origem.
  • referência ao calçamento de pedras irregulares presente em cidades históricas brasileiras como Paraty e Ouro Preto, que era assim denominado.
  • motivado pelas quituteiras das ruas do passado que os vendiam e que eram alvo de furtos por parte da meninada. Para não serem mais importunadas diziam aos meninos, para que pedissem, pois não precisavam furtar: “ - pede moleque!”.

Receita


Rendimento 27 a 30 doces, em média
Tempo de preparo 20 min
Ingredientes
1,5 kg de amendoins inteiros (ou moídos, se preferir);
4 kg de rapadura;
1,5 xícara de água
Modo de fazer
Torre o amendoim numa fôrma. Espere esfriar e retire toda a casca.
Coloque a água e a rapadura quebrada em pedacinhos, para derreter melhor, numa panela em fogo alto, sem necessidade de mexer.
3 Quando o melado derreter inteiramente, deixe ferver mais um pouco, desligue o fogo e acrescente o amendoim torrado. Mexa bem até a consistência ficar homogênea.
4 Coloque numa travessa, espere esfriar um pouco (não totalmente, porque ele endurece) e, ainda morno, corte em quadrados.
É muito bom e fácil de fazer. Uma ótima dica pra quem tem criança em casa. Eu adoro.
Obrigada pela visita

Comentários

.

.

Postagens mais visitadas