Kokedamas -Você conhece?

Em japonês, kokedama significa bola de musgo. É a arte de plantar sem vasos, onde as raízes se acomodam em um montante de terra, coberta de musgo, por isso o nome. Arranjos rústicos, porém delicados, os kokedamas podem ser suspensos ou não, criando um efeito único independente de onde está localizado.

A técnica usada nos kokedamas é similar à do bonsai, já que as plantas precisam ser constantemente podadas para que não cresçam além da terra em que está plantada.
Para fazer seu próprio kokedama, escolha uma pequena muda de planta. Opte por uma planta de sombra para cobrir com musgo, já que ele não suporta a luz solar direta. Uma boa pedida é começar pela samambaia, que se adapta bem a esta técnica já que se dão bem em ambientes com pouca luz. Remova a terra até que as raízes da planta fiquem expostas. Misture a terra retirada junto com solo akedama, o mais indicado para kokedamas. Quando fizer esta mistura, vá fazendo algumas bolinhas com a combinação da terra e do solo akedama. Quando as bolinhas não se quebrarem, a mistura estará no ponto certo. Então, comece a moldar bolas cada vez maiores, do tamanho de uma laranja mais ou menos. Se a sua bola estiver ainda quebradiça, use água para deixá-la mais compacta e unida. Certifique-se que a bola feita terá espaço para acomodar as raízes da planta. Pegue musgo seco e enrole-o com muito cuidado em torno das raízes, fazendo movimentos circulares até que ele se integre à terra. Amarre um fio de algodão nas raízes já forradas com o musgo. Enrole várias vezes, já que o fio pode se dissolver.
O primeiro cuidado que você deve ter é molhar o arranjo diariamente. Se você optar por pendurar o kokedama, use um spray para borrifar água. Lembre-se que o vaso é a própria terra e por isso, cuidado para não molhar demais ou de menos.

 Obrigada pela visita.

Comentários

.

.

Postagens mais visitadas