Casa Cor Paraíba 2016

CASA COR celebra 30 anos e a festa ganha um convidado especial. A Paraíba passa a integrar a programação e surpreende com 39 ambientes na estreia. Mais de 90 profissionais estiveram nos últimos meses envolvidos na valorização e preservação de uma importante construção modernista: a Residência Cassiano Ribeiro Coutinho.
A casa, localizada em João Pessoa, foi concebida em meados dos anos 1950 pelo arquiteto Acácio Gil Borsoi, com paisagismo de Roberto Burle Marx. A obra apresenta volumetria leve e limpa, utiliza elementos construtivos típicos como cobogós, brises e azulejos. Tal legado arquitetônico foi o ponto de partida dos projetos, que enalteceram referências às rendas, à arquitetura vernacular, aos tijolos feitos à mão, à vegetação do semiárido e outros elementos locais.
É promovido um encontro entre o regional e estilos em evidência no mundo inteiro, com destaque para o industrial em versão bastante sóbria e o clássico. Há espaço para tendências como o rosa quartzo ,a cor do ano segundo a Pantone , os geometrismos em revestimentos 3D e principalmente móveis com acabamento metalizado. Aliás, o aço corten está em alta, assim como painéis vazados recortados, que delimitam ambientes sem reduzir a luminosidade generosa que faz a capital paraibana ser ainda mais acolhedora. Esse é o jeito paraibano de fazer arquitetura, decoração e paisagismo, que você confere na galeria!


Living Garden – Sandra Moura e Leila Azzouz. O tronco de árvore carbonizado é uma verdadeira escultura natural. Centralizado na sala, o elemento pede que o restante do espaço seja leve para equilibrar. As pequenas mesas com pés metalizados assumem a função de apoio para livros e outros objetos.
  • Fit Kitchen - Dauanne Arruda e Sarah Cavalcanti. Os cobogós azuis originais da casa, inspiraram a cartela de cores fresca e adocicada, que inclui o tom de menta nos modulados.

 Movie Living – Lana Débora. O conceito é valorizar a relação familiar em um amplo lugar de convivência que pode receber uma conversa, a brincadeira das crianças, uma noite de filmes. Os tons neutros predominam e contribuem para a luminosidade.
Living Borsoi – Renato Teles. Os brises em madeira são outro item original preservado, valorizado pelo generoso sofá que ocupa toda a extensão do ambiente.
  • Loft do Campo – Rodolfo Albuquerque e Leonardo Couto. Para aproveitar cada centímetro, móveis de pequena escala e várias funções criam ambientes sob medida. Outro recurso inteligente foi o uso de nichos nas paredes, onde mantas de lã de garrafa PET fazem o isolamento térmico. O projeto também traz recursos de reaproveitamento de água da chuva e da luz solar.
  • Home Office do Publicitário – Carolina Hamad, Glenda Pontes e Rayssa Ferreira. O dia a dia de um colunista social inspirou a composição de apelo industrial, acentuado pelo uso da cor preta, pela estante em aço corten e o revestimento 3D na parede. O amadeirado claro no piso e a base em vidro na mesa de trabalho garantem a leveza.

    • Adega – Katiana Guimarães. Inspirado nos parreirais, o ambiente se inicia a partir do teto escultural em madeira. Dele nascem as estantes dos vinhos e um banco em ripado de MDF. O piso em pedra e a iluminação pontual garantem a atmosfera de cave, ideal para a degustação de vinhos.
    • Adega da Serra – Danielle Mindêlo e Deyse Porto. O desafio foi chegar a um resultado contemporâneo sem abrir mão dos elementos rústicos típicos de uma adega, como o tijolo de adobe artesanal nas paredes. Outra referência é o bordô aplicado aos detalhes da marcenaria, que lembra o tom dos melhores vinhos.
    • Sala de Jantar – Annelise Lacerda, Julianne Lacerda e Zizi Lacerda. A simetria, os espelhos e o uso do branco e do dourado não deixam dúvidas quanto ao estilo clássico, que também se impõe no grandioso lustre de cristal. O tom rosé e o metalizado são tendência, conferindo atualidade nas cadeiras e nas estantes que assumem o papel de cristaleiras.
    • Open Living (Manaíra Shopping) – Valdete Duarte. O desafio da designer de interiores foi inserir apenas o essencial para que o mobiliário ganhasse o destaque merecido. Para isso, entraram em cena o branco e o preto, com o uso pontual do dourado - aliás, a peça-chave é o grande biombo metalizado, que ressalta os estofados e os complementos da ambientação.
Fotos -Divulgação Casa Cor
SERVIÇO CASA COR PARAÍBA 2016
QUANDO?
2 de setembro a 16 de outubro de 2016
Terça a domingo das 16h às 22h
ONDE?
Av. Presidente Epitácio Pessoa, 1090 - João Pessoa - PBC

Comentários

Instagram @denainteriores

Postagens mais visitadas