Quando o Menos é Mais

Designer de interiores Elis Arantes transforma ambiente de 51 m²


Está cada vez mais comum a redução de espaços, ainda mais quando se trata de casais recém-casados ou daqueles que já casaram todos os filhos e desejam um ambiente mais compacto para não sentir o vazio da casa. Foi a partir desta última premissa que a designer de interiores Elis Arantes recebeu o desafio de decorar um apartamento de 51 m² para um casal de senhores, localizado no Parque São Domingos, zona Oeste de São Paulo. “Eles casaram seus filhos e agora vivem somente os dois, preferiram mudar da antiga residência para um local menor, seguro e bem funcional para manter no dia a dia”, argumenta Elis.
Com o briefing definido, a designer de interiores – que preza pela humanização do design e acredita que, muitas vezes, o lixo de uns torna-se o luxo de outros –, partiu para a escolha de materiais que fossem de acordo com o orçamento definido pelos moradores. “Esse com certeza é sempre o maior desafio, mas na decoração e na arquitetura, tudo pode ser visto de uma forma bela, assim precisávamos criar soluções mais acessíveis como a utilização de mobiliários de grandes homecenters e tudo sem perder a elegância”, acrescenta a designer.

 Para dar amplitude no espaço, Elis optou por uma paleta de cores em tons claros como o offwite nas paredes e porcelanato no piso.
 Na sala, ainda com tons de bege e sem perder a elegância predominante em toda a residência, Elis transformou os 15 m² de forma inteligente para que fosse utilizado para os momentos a dois e para recepcionar os familiares e amigos. “Neste ambiente, o charme fica por conta de materiais como a escultura de parede, quadros com fotos de família, e a opção de poucos elementos como o vaso e quadro dispostos no aparador. Outra solução empregada foi o tapete de formas geométricas que contrapõem com as almofadas listradas e manta do sofá, priorizando o efeito ‘casa de boneca’ e trazendo conforto ao lar”, finaliza.  
Na suíte do casal, de 8 m², a solução encontrada foi a aplicação de papel de parede listrado com tons de bege atrás da cabeceira, e espelhos na parede frontal para deixar o espaço maior. “Um dos pedidos do casal, foi que o apartamento lembrasse uma casa de bonecas, então harmonizamos o espaço com tons sobre tons e introduzimos a cor rosa para dar um ar provençal e delicadeza ao local”, detalha.

Sobre a designer de interiores 
Elis Arantes já passou por escritórios renomados como Debora Aguiar Arquitetos, Consuelo Jorge Arquitetos e Jóia Bergamo Arquitetura e Interiores. Foi uma das vencedoras do “Prêmio Jovens Profissionais 2012” e, pelo escritórios por onde passou, acumula mais de cinco edições da Casa Cor, além de três edições da Ilha de Caras. Acreditando com veemência que o design, a decoração e a arquitetura devem ser, por obrigação, acessível a todos, independentemente da classe social, política e econômica, Elis, que carrega na bagagem oito anos de experiência, decidiu apresentar ao mercado a humanização do design, trazendo um conceito sustentável no qual, muitas vezes, o lixo de uns torna-se o luxo de outros. 
Obrigada pela visita. 

Comentários

.

.

Postagens mais visitadas